Wednesday, February 27, 2013

Região de Lisboa


Num cenário de regionalização, estas são as melhores fronteiras para Lisboa:







































Saturday, February 23, 2013

Keep It Simple

Computers are key to flying the plane. But instead of taking advantage of simplicity, the F-35 is heading in the other direction: its complexity can be gleaned from its 24 million lines of computer code, including 9.5 million on board the plane. The F-35 computer code, government auditors say, is "as complicated as anything on earth".


Yes, everything is (not) possible in software.

Monday, February 18, 2013

Projecto Roquette

Em 1996 o Sporting Clube de Portugal iniciou um novo ciclo de vida, por ação do então presidente José Roquette, conhecido como “Projecto Roquette”. Globalmente, o projeto pretendia criar uma dinâmica de modernização desportiva, a patrimonial e a organizacional do clube. Contudo, em Fevereiro de 2006, João Rocha numa entrevista ao Record revelou uma face mais negra do projeto, nomeadamente um plano de neutralizar o Benfica com a ajuda do Porto de Pinto da Costa.

José Roquette


RECORD – Um projecto que encheu de esperança todos os sportinguistas…
JOÃO ROCHA – O Projecto Roquette liquidou o Sporting. Ninguém soube o que era o projecto, porque ele não dizia. Sabia-se, apenas, que era uma dezena de sociedades, dirigentes e funcionários superiores a ganhar centenas de milhares de contos. O projecto foi reduzir os sócios de mais de 100 mil para pouco mais de 30 mil, foi acabar com as modalidades amadoras, foi vender património, foram dezenas e dezenas de milhões de contos de prejuízo que não aparecem nos resultados, porque parte deles foram executados pelo Sporting. No caso da SAD deram-se informações falsas aos associado e à própria CMVM para a entrada na bolsa.

RECORD – Muito objectivamente, na sua opinião, José Roquette é o responsável pelo actual passivo do Sporting?
JOÃO ROCHA – O Projecto Roquette liquidou o Sporting. Disso já não restam dúvidas. Queria gerir o clube ditatorialmente e a primeira coisa que fez foi fechar as portas aos jornalistas nas assembleias gerais. No meu tempo, havia uma bancada só para os jornalistas. Não tínhamos receio de nada.

RECORD – Lembro-me que durante o mandato de José Roquette,você se revoltou com acordos que nunca ficaram esclarecidos, nomeadamente entre o Sporting e o FC Porto. Quer revelar pormenores em relação a isso?
JOÃO ROCHAHavia um projecto com o FC Porto que era muito prejudicial para o Sporting. Era mesmo inqualificável. Insurgi-me num Conselho Leonino e numa assembleia geral. Era um projecto gravíssimo que só podia sair da cabeça de um indivíduo sem responsabilidades. José Roquette dizia que era um projecto válido, porque era a única maneira de Sporting e FC Porto estarem sempre representados na Liga dos Campeões.

RECORD – Vai concretizar ou continuar a guardar trunfos?
JOÃO ROCHA Não digo mais nada sobre isso. Foi falado no Conselho Leonino e eu disse ao líder da AG para mandar calar sobre essa informação, que foi longe demais. Disse-lhe ainda que o resumo do acordo com o FC Porto devia ser gravado de tão grave que era, porque talvez fosse necessário que essa gravação viesse a ser pública na defesa dos interesses do Sporting e dos seus sócios. Não vejo o desporto assim.

Wednesday, February 13, 2013

Desnivelamento do Saldanha


Com a conclusão do Túnel do Marquês, Lisboa está mais perto de criar uma avenida que sirva como eixo rápido de tráfego rodoviário no centro da cidade. Falta agora realizar o desnivelamento do tráfego no Saldanha, entre a Avenida da República e a Avenida Fontes Pereira de Melo.

Proposta de Santana Lopes em 2009

Proposta de Santana Lopes em 2009

Proposta de Santana Lopes em 2009

E o Metro de Lisboa aquando das obras na estação do Saldanha no final de 2009, já contemplou essa possibilidade:



Como todos os projetos importantes para a mobilidade e competitividade de Lisboa, não existem prazos de implementação (ou se alguma vez irá de facto acontecer).

Idealização do Metro de Lisboa

Ao longo dos anos, desde da sua inauguração em 1959, existiram várias evoluções da rede publicadas pela imprensa ou pelo próprio Metro de Lisboa. Algumas concretizaram-se, outras nem por isso. Aqui ficam alguns exemplos:


1998 - 2000




2000 - 2004





2004 - 2008







2009




E no final, em 2013, é este o cenário da rede:



Monday, February 11, 2013

A Grande Ilusão

O julgamento do caso BPN tem 16 arguidos e mais de 300 testemunhas. Teve início a 15 de Dezembro de 2010 e até hoje, passados cerca de 800 dias, houve audiências em pouco mais de 120 dias nos quais se conseguiu ouvir o estonteante número de 9 (leu bem, nove!) das 300 testemunhas. A este ritmo, uma decisão de primeira instância demorará, pelo menos, 5 anos. A que se seguirão os recursos. A que seguirão as aclarações de sentença.


Sim, a Justiça não existe.